21 de out de 2011

Bastidores: Pinóquio Apelou.


No jogo da política, caros leitores, a mentira é uma arma tão comum como a metralhadora numa guerra. Sei que é lamentável, mas é assim que ainda funciona. E os bastidores da política normalmente decepcionam (as exceções surpreendem!). Pois bem, nessa lógica rasteira, o que se entende é que a mentira é algo a ser usado contra o adversário, seja para atingi-lo, seja para se tirar algum proveito.

Mas, quando a mentira é usada para enganar os próprios aliados, o que isso significa?

Eis que, de bastidor em bastidor, um urubu verde confidenciou, ao que foi confirmado depois pelo urubu amarelo, que antes da sessão da Câmara (18 de outubro) em que a base aliada do prefeito aprovou a Lei que permite ao chefe do executivo dilapidar os recursos do DAAE, uma reunião foi feita para “tranqüilizar” os vereadores sobre as conseqüências de tal insanidade.

Entre um argumento e outro, Pinóquio solta essa: “fiquem tranqüilos, já conversei com o Edinho (ex-prefeito de Araraquara, deputado estadual e presidente do PT/SP) e a bancada petista na Câmara - oposição solo ao desgoverno - será enquadrada. Os vereadores do PT vão se comportar, se submeter ou sei lá o quê! E blá blá blá.

Gente, é ou não é motivo de piada? Quer dizer que o Pinóquio já está apelando nesse nível? Mentindo pra seus aliados?

Hahahahahahahahahahahaha – adorei saber dessa!

Não é pra menos, afinal, as eleições se aproximam e a “base” dá sinais de rebeldia... no frigir dos ovos, é salve-se quem puder! Imagino que não está fácil para estes vereadores saírem tranqüilos nas ruas depois de assinar embaixo de tantos absurdos. Coitados!

Me pego a pensar o que terá passado na cabeça deles quando mentira de perna curta não chegou na esquina, e a bancada petista votou contra o Projeto de Golpe, desmascarando as intenções por trás da manobra.

Talvez coisa do tipo “ué... será que o Edinho ligou pra eles e deu caixa postal?” ou “não tô entendendo” ou ainda “a bancada do PT é rebelde, o Edinho vai ter que dar uma lição neles”. Méo Déos!

Só mesmo um abestado pra acreditar nessa lenda. Edinho é nossa liderança, um exemplo de postura republicana com o governo e não mede esforços para ajudar o POVO de Araraquara. Seu compromisso? O melhor para Araraquara. Evidente, coerentemente, acreditamos que o melhor é o projeto desenvolvido por Lula para o Brasil, continuado pela Dilma, e implementado pelo PT durante sua gestão em Araraquara.

E como podemos observar andando pela cidade, ou analisando as contas da prefeitura, o Pinóquio representa o apocalipse de tudo isso.. mesmo que as trombetas da imprensa e de seus anjos caído afirmem o contrário.

Que feio, hein, Pinóquio! Mas, se chegou nesse nível, é porque os ratos sentiram o cheiro do barco afundando... e se não tem pudores em mentir pra cidade, não tem com ninguém.

Ah, falando em mentira, vem aí nos próximos dias uma com "efeito" científico... pesquisa pra convencer a eles mesmos que podem continuar falindo a cidade porque o povo não se dá conta. Bem, sobre isso falaremos nos próximos capítulos.

Termino aqui com Tião Carreiro, uma referência na minha formação cultural, graças a meu pai Luiz Palombo.

“Bezerrada de gravata que se cuide não se meta
Quem mamava no governo agora secou a teta
A coisa tá feia, a coisa ta preta...
Quem não for filho de Deus, tá na unha do capeta.”


Uma boa sexta-feira a todos!

Um comentário:

Rita disse...

Nossa adorei essa postagem,como
sempre muito bem escrita e o
tal do Pinóquio é muito bom..
kkkkkkkkk Se liga Ararquara

Final com Tião Carreiro é demais!