4 de jul de 2012

Assentamentos se sentem esquecidos no Chibarro

Cerca de 60 pessoas enfrentam dificuldades para ir á escola, comparecer ás consultas médicas, entre outras situações

Os 60 assentados do Chibarro, terras que fazem parte dos 208 lotes que compõe o Assentamento Bela Vista, em Araraquara, e abriga mais de 2.000 pessoas, pedem melhores condições nas vias de acesso ao local.

Condições da via causa transtornos aos moradores
Foto: Lucas Tannuri e Arquivo Pessoal
Segundo eles, quando chove o alagamento e a lama impedem os veículos de levar as crianças para a escola e os moradores às consultas médicas. Em alguns casos, quando alguém adoece e necessita do atendimento dos socorristas do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), a viatura não consegue chegar até o local. “Meu marido sentiu fortes dores no peito no dia 2 dezembro de 2010, acionei o Samu mas ele não pôde ser examinado devido às péssimas condições da estrada e faleceu dois dias depois”, relembra a assentada Rosângela Garcia, de 46 anos.


Eles já fizeram reclamações à Prefeitura, pediram ajuda, mas nada foi feito até agora. De acordo com os relatos dos assentados, há mais de 20 anos a situação causa transtornos. Em dias de chuva, os moradores do Chibarro, que estão distantes da vila de assentados na antiga sede da fazenda que deu origem ao conjunto de pequenos lotes, improvisam uma carreta engatada em um trator e levam as crianças cobertas com uma lona para evitar que a água as atinja.


Leia na integra:
http://www.portalk3.com.br/Artigo/cidade/assentados-se-sentem-esquecidos-no-chibarro?_=0.0658450904608914

6 comentários:

J Araújo disse...

Pela imagem mostrada o nome é bem apropriado. Mas pode ter certeza que esse ano os moradores vão ter muita promessa para resolução do problema; afinal de contas, estamos em ano eleitoral. Ótima postagem. Blogs bons tem que abordar assuntos diversos. Valeu!
Bj

Sérgio Santos disse...

Quero ver se isso continuará assim em ano eleitoral. Uma vergonha. Beijos.

Giancarlo disse...

Che vergogna, non è possibile che accadano cosi! felice giornata...ciao

Van-Ivany Fulini Sversuti disse...

Sei como é isso!
Nós também somos do campo, somos viticultores, por sorte temos um prefeito ótimo, que vê de perto todas as necessidades do agricultor!
Ai está minha amiga, vai anotando todos os transtornos do homem do campo e quando estiver lá dentro, poder ajudá-los, pois é do campo que vive a cidade!
Boa sorte pra ti!
Quero te dizer que acredito muito na mulher!
Um beijo.
Ivany

Rita disse...

Que boa postagem Gabriela vale a pena
mostrar sim pq esses coitados tem que
ter uma melhoria pra sobreviver bem
Gostei do post
Abraços
Rita!!!

Patrizia Dias disse...

Vergonha !!!