6 de ago de 2012

Memorias= "Fernanda Venturini"

Fernanda Porto Venturini (Araraquara24 de outubro de 1970) é uma jogadora de voleibol do Brasil, considerada uma das maiores levantadoras da história deste esporte.


Características

Desde que começou a atuar internacionalmente, Fernanda Venturini destacou-se por suas incríveis habilidades individuais e visão de conjunto, características essenciais para o desempenho da função de levantadora. Ela foi, durante os anos 90, um elemento-chave para a estratégia tática desenhada pelo treinador Bernardo Rezende, que consistia em compensar o menor potencial físico das atletas brasileiras imprimindo maior velocidade e variação de jogadas.
Fernanda é considerada uma das melhores levantadoras de toda a história do voleibol. Seu talento ímpar foi reconhecido através de inúmeros prêmios individuais recebidos em campeonatos importantes, e a atleta foi a única brasileira entre as quatro finalistas para a escolha da melhor jogadora de vôlei do século XX, prêmio dado pela Federação Internacional de Vôlei (FIVB) em 2000. Ela concorreu com Regla Torres (atacante de Cuba, tricampeã olímpica), Lang Ping (estrela da seleção da China nos anos 80) e a russaInna Ryskal (integrante da seleção da então União Soviética no período de 1964 a 1976).
Fernanda começou a praticar voleibol aos onze anos, por indicação médica, para corrigir um problema de escoliose. Em 1984, estréia competindo pela Sociedade Recreativa e de Esportes de Ribeirão Preto. Em 1987, sagrou-se campeã mundial pela primeira vez em Seul, Coreia do Sul. Em 1988, como atacante disputou as Olimpíadas de Seul, na posição de ponteira-passadora. Após o sexto lugar em 1988, devido à sua técnica apurada, habilidade e precisão nos fundamentos foi convencida a mudar de posição e aceitou o desafio de atuar armando as jogadas do time. Em 1989, torna-se bicampeã mundial em Lima,Peru, derrotando Cuba na final já na função de levantadora. Nos Jogos Olímpicos de Barcelona ficou em quarto lugar.
Conquistou seu primeiro título sob o comando de Bernardo Rezende no Grand Prix de 1994,além de receber o prêmio de melhor levantadora. Na era Bernardinho ainda conquistou: três pratas no Campeonato Mundial de 1994, no Grand Prix de 1995 e na Copa do Mundo de 1995; o bronze nos Jogos Olímpicos de Atlanta, além de uma segunda medalha de ouro no Grand Prix de 1996.
Em 1998, Fernanda decidiu não disputar o Grand Prix, porém retornou no segundo semestre para a disputa do Campeonato Mundial no qual o Brasil entrava como franco favorito para a medalha de ouro. A equipe, todavia, não se apresentou bem, e terminou a competição apenas com o quarto lugar. Ao final da disputa, Fernanda anunciou sua aposentadoria da seleção, mas continuou jogando em clubes. Depois de conquistar o vice-campeonato nacional jogando pelo Club de Regatas Vasco da Gama, ficou dezoito meses sem jogar, período em que deu à luz Júlia, sua filha com o técnico Bernardinho.
Em 2002, contudo, foi convencida pelo técnico José Roberto Guimarães a buscar mais um título da Superliga e a voltar para a seleção, voltou a integrar a equipe a pedido do técnico. No retorno, estava em plena forma, com 2,5 kg a menos do que apresentava antes do afastamento e afiada na parte técnica. Tanto que não apenas conquistou mais um título da Superliga, como foi eleita a melhor levantadora e a melhor jogadora da competição. Fernanda, então, liderou o Brasil na conquista da medalha de prata na Copa do Mundo de 2003 e do título do Grand Prix do ano seguinte.
Fernanda despediu-se pela segunda vez da seleção após as Olimpíadas de Atenas, quando a equipe brasileira deixou escapar uma vitória praticamente assegurada na semifinal contra a Rússia e terminou a competição em um inesperado quarto lugar. Aposentou-se em 30 de abril de 2006, após a vitória doRexona-Ades na final da Superliga, que lhe garantiu o 12º título do campeonato nacional.
Fonte:

6 comentários:

Kellen Bittencourt disse...

Oii Gabriela, não sabia que ela é de Araraquara, muito legal a história de sucesso dela, lembro que eu era fã e achava ela muito bonita! Legal recordar! Bjoosss

Cozinha de Mulher disse...

Gente!!! Eu adorava assistir...
Ela realmente fez história né.. e por sinal uma história linda..
Beijinhos e uma terça-feira mais que linda pra você Gabriela..
Sheila

Rita disse...

Que legal essas postagens , tem muitas coisas que a gente não sabe sobre nossos ídolos
Fernanda é uma maravilhosa no esporte
Parabéns gostei de saber
Bjuss
Rita

Anne Lieri disse...

Gabriela,legal a Fernanda ser de Araraquara!Uma grande jogadora e merecida sua homenagem!bjs e boa semana!

Jorge disse...

Não sabia que ela era Araraquarense que maravilhava grande mulher e uma atleta exemplar, parabéns menina seu blog é maravilhoso.

Maria Eduarda disse...

Sou super fã dessa mulher ela é exemplo...nossa Gabi quanta gente que nasceu em Araraquara, Fernanda, Herbert Richars, Careca...cidade importante hem rs..